Fijifilm adquire Xerox e deve demitir 10 mil funcionários

0
213

A Xerox, a marca que dominou o mercado de hardware de impressão durante décadas,  perdeu sua independência e agora será gerenciada pela Fujifilm Holdings Corp.

Adquirida por nada mais, nada menos que US$ 6,1 bilhões, essa fusão de forças deve gerar receitas próximas de US$ 18 bilhões anuais.

O acordo marca o fim da independência de uma empresa norte-americana cujas raízes remontam ao início do século XX. A Xerox tornou-se famosa por seu hardware – suas copiadoras eram tão onipresentes que o nome Xerox tornou-se um verbo – e também inventou uma interface gráfica precoce e o mouse agora tão familiarizado com os computadores modernos. Mas caiu nos tempos difíceis, já que a Canon e os concorrentes asiáticos corromperam seu domínio, enquanto o email e outras formas de comunicação eletrônica assumiram.

De acordo com a Bloomberg, o resultado final é que a joint venture da Xerox e da Fujifilm na Ásia – que durou 55 anos – continuará, mas derramará 10 mil empregos devido ao que a última empresa chamou de “um ambiente de mercado cada vez mais severo”. Fujifilm está supostamente procurando se afastar do mercado de copiadoras e impressoras e fazer a transição para outros que sobreviverão a longo prazo, como serviços de impressão gerenciada e imagens médicas. De acordo com Bloomberg Intelligence, isso poderia incluir coisas como “equipamentos de ultra-som e endoscópio”.

Ao final do processo de aquisição, cada ação da Xerox será recomprada dos investidores pelo valor de US$ 9,80 por papel (49,9% das ações). A Fujifilm será proprietária de 50,1% dos valores restantes.

Comente este post